sábado, 27 de novembro de 2010

Dias de chuva

Não sou ruim, não sou grosso, sofro muito com o mal, não penso magoar, quero muito o bem, quero paz, quero amar, sou verdadeiro, perdão por minhas falhas, sou errante como todos, sinto a dor de um cachorro uivando, sinto a dor quando chove e os moradores de rua se encolhem, sinto a dor de qualquer lagrima, a opressão às vezes me domina como se eu fosse uma criança sem ter onde morar num dia de frio como um natal que passei, um carro passou rápido e uma menininha gritou muito forte e contente FELIZ NATAL... Aquilo me aqueceu mais que uma fogueira, olhei para o céu eu chorei.
Não quero que sofra como sofri e vc sabe que isso foi uma virgula do que passei, eu apenas te Amo.

Nenhum comentário: